1737

Câmara Municipal de Jequié

Pular para o conteúdo
Última atualização:
|
Câmara Municipal de
Jequié

Sociedade reunida na Câmara de Vereadores decide lançar Movimento “Unacon Já!”

30/05/2023 às 17h30

Noticia

Galeria com imagens e vídeos sobre a matéria


O imediato credenciamento da Unacon pelo SUS e a autonomia do Núcleo Regional de Saúde de Jequié foram abordados em Audiência Pública, realizada na Câmara Municipal de Jequié, nesta segunda, 29 de maio. O encontro, aberto pelo presidente da Câmara, vereador Emanuel Campos Silva (Tinho), foi um dos mais representativos, com a sociedade se unidos em torno da criação de um movimento que cobra, sem demora, a habilitação do Hospital Santa Helena, que está preparado para ofertar serviços de oncologia de alta complexidade a Jequié e região.   

Vereadores e prefeitos de vários municípios, presentes ou representados, aderiram à iniciativa apresentada pelas Lojas Maçônicas, Clubes de Rotary de Jequié, Conselho Municipal de Saúde de Jequié, Universidade do Sudoeste e outras entidades, em que cobram do Ministério da Saúde a imediata publicação no Diário Oficial da União, da autorização do credenciamento da Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon) pelo SUS, para pôr fim ao sofrimento da população que é obrigada a percorrer grandes distâncias para ter acesso a serviços imprescindíveis à sua vida.   

O Ministério da Saúde, que recebeu convite enviado pela Câmara de Vereadores, informou que não enviaria representante, o que deixou a plateia desapontada, diante da urgência que a situação requer. 

Foi falado, no decorrer da Audiência Pública, que o Hospital Santa Helena está pronto para ofertar os serviços requeridos, não somente com leitos suficientes, como também com profissionais qualificados, mas que, infelizmente, tem havido entraves impedindo a conclusão do processo, ora paralisado em Brasília. 

Durante explanação iniciação feita pelo professor Sílvio Arcanjo, foi enfatizado que a ausência da Unacon em Jequié implica em demanda reprimida, retardo no diagnóstico, o que contribui para a piorar do quadro clínico, demora no tratamento e cura, elevação dos custos, impacto na qualidade de vida das vítimas e seus familiares. 

Para o prefeito de Jequié, Zé Cocá, é inaceitável submeter a população a tamanho sofrimento, pois os pacientes são obrigados a percorrer grandes distâncias em busca de um tratamento que já poderia estar sendo oferecido na cidade. O deputado estadual Hassan disse estranhar o fato de o Governo ainda não ter publicado no Diário Oficial a autorização para a implantação da Unacon já que estava tudo encaminhado para isso. 

A médica Josefina Azevedo, em sua fala desabafou: “Tá na hora de parar com essa brincadeira e cuidar melhor do povo que tanto sofre”. 

Também tiveram participação efetiva na reunião, Jackson Lima, representando as Lojas Maçônicas; Luís Augusto Conceição, representando os Clubes de Rotary; Márcio Lobo, representando a Uesb; Adriana Galdino, sanitarista do Núcleo Regional de Saúde Sul que falou na condição de técnica.

Secretários de saúde e vários membros da comunidade deram seus testemunhos do que é urgente a implantação do serviço e que nada justifica essa espera. O presidente da Câmara, Tinho, finalizou, conclamando a todos a manterem à luta em prol, tanto da Unacon quanto da autonomia do Núcleo Regional de Saúde, outro objeto da Audiência Pública, e que foi amplamente defendida por técnicos e outros segmentos da sociedade pela importância de sua independência financeira e de gestão, já que Jequié e Região dependem de Ilhéus até mesmo para uma simples assinatura ou carimbo de documento.